Doc ¼ Água de barrela ´ 322 pages ¿ Eliana alves cruz

Doc Água de barrela

Doc ¼ Água de barrela ´ 322 pages ¿ Eliana alves cruz ¿ As muitas mulheres negras presentes no romance Água de barrela de Eliana Alves Cruz encontram no lavar passar enxaguar e uarar das roupas das patroas e sinhás brancas um modo de sobrevivência em uase trezentos anos de história desde o Brasil na As muitas mulheres negras presentes no romance Água de barrela de Eliana Alves Cruz encontram no lavar passar enxaguar e uarar das roupas das patroas e sinhás brancas um modo de sobrevivência em uase trezentos anos de história desde o Brasil na época da colônia até o início do século XX Foi uma leitura arrastada com pausas necessárias pra recuperar o fôlego enxugar as lágrimas e preparar pra viagem densa mas linda ue esse livro me proporcionou A Eliana Alves é uma excelente contadora de histórias

Ebook ✓ Água de barrela é Eliana Alves Cruz

S personagens após viver um século de muitas lutas perdas alegrias tristezas e principalmente resiliência Damiana personagem central para a narrativa cansada das batalhas constante e ininterruptamente travadas pela liberdade se vê rodeada por sua família e se recorda dos tempos de lavadeira Acabo a leitura extremamente impactado e com a certeza de estar diante de um manifesto da autora mediante o resgate da história da sua ancestralidade Por meio de uma narrativa permeada de sensibilidade e crueldade como não deixaria de ser o processo de escravização dos povos africanos Eliana Alves Cruz narra como se deu a separação da sua família na África e a vinda forçada de parentes por navios negreiros até a Bahia onde na cidade de Cachoeira viriam a ser explorados como força de trabalho nos engenhos Uma história marcada por tragédias e por acúmulos de conuistas de gerações ue por meio da Fórmula Damiana não abre margens para dúvidas sobre a força da educação como instrumento de transformação social Leitura necessária

Eliana Alves Cruz é Água de barrela Pdf

Água de barrelaO título do romance remete a esse procedimento utilizado por essas mulheres negras de diferentes gerações e ue garantiu o sustento e a existência de seus filhos e netos em situações de exploração miséria e escravidão A narrativa inicia se com a comemoração do aniversário de umas da Chego ao fim desse livro com a sensação de ue um pouco da minha história também faz parte dele Neta de baiana ue nasceu na década de 30 e ue trabalhava desde muito nova como lavadeira Depois de lavar e uarar muita roupa na pedra minha vó veio para o Rio de Janeiro morar na favela e trabalhar em casa de família casa de almirante Sem estudo conseguiu colocar uma dos seis filhos da faculdade estadual do Rio de Janeiro Já a minha geração toda fez graduação e pós graduação em instituições públicas Mérito do trabalho árduo de minha avóEsse livro lindo ue conta um pouco da história de cada um de nós pretos brasileiros emociona e faz a gente entender toda a desigualdade do nosso país e como ainda temos muito o ue caminhar na luta contra o racismo